Em Vitória, Lula ironiza Temer: “Vai ficar devendo para o Ibope”


De volta ao Espírito Santo pela primeira vez após ter deixado a Presidência da República, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixou claro que vai ser, mais uma vez, candidato ao Palácio do Planalto. Ele reafirmou a intenção de concorrer justamente no dia da divulgação de que o relator da Operação Lava Jato no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), João Pedro Gebran Neto, concluiu um dos votos decisivos sobre a condenação do petista.

Foto Fernando Madeira

“Não fiquem com essa bobagem de que o Lula não vai ser candidato, porque eu vou ser candidato e vou ganhar essa eleição”, afirmou, em discurso na Praça Costa Pereira, no Centro de Vitória.

Lula também aproveitou para criticar o governo de Michel Temer (PMDB) e ainda ironizou o baixo índice de aprovação do peemedebista.

“Se a Dilma teve que sair, segundo a lógica deles, porque ela tinha perdido a governabilidade e porque ela estava mal na pesquisa, e o Temer? Quando ele terminar esse golpe dele, ele vai estar devendo para o Ibope, para o Datafolha, porque o resultado vai ser negativo. A aprovação é menos dez”, frisou. (Da Gazeta)