Homem é assassinado com arma na cintura no Santo Antônio

IMG-20150130-WA0005

Um homem ainda não identificado foi assassinado agora há noite na Avenida Itajuípe, bairro Santo Antônio, em Itabuna. A vítima foi abordada em uma moto e portava uma arma na cintura. Segundo informações, a pistola pode ser falsa.

O rapaz assassinado tinha 15 anos e foi identificado como Guilherme Nery Dos Santos Magalhães, era morador do bairro Nova Ferradas em Itabuna. Segundo a mãe, por falta de aviso  não foi.

Itabuna: ‘Presídio é a faculdade do crime’, diz o especialista Roberto José

"Essa realidade não é nova em Itabuna, de 2002 a 2012 foram mais de 1 mil assassinatos", diz Roberto. Foto: Oziel Aragão.
“Essa realidade não é nova em Itabuna, de 2002 a 2012 foram mais de 1 mil assassinatos”, diz Roberto. Foto: Oziel Aragão.

Após a publicação que Itabuna é a cidade mais violenta no Brasil para adolescentes, o Plantão Itabuna, procurou  Roberto José, o Presidente da FICC (Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania) e Especialista em Planejamento de Cidades e Mestre em Geografia com ênfase em Criminologia, para pontuar quais os fatores que levaram a cidade para o topo de um ranking negativo na 5ª edição da pesquisa elaborada pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), o Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef), o Observatório de Favelas e o Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (LAV-UERJ).

"O crime está a frente do estado e com esse paradigma atual deve continuar", exemplifica. Foto: Rick Mascarenhas.
“O crime está a frente do estado e com esse paradigma atual deve continuar”, exemplifica. Foto: Rick Mascarenhas.

O estudo analisou os dados de criminalidade de 288 municípios. Dos 20 municípios brasileiros onde adolescentes estavam mais vulneráveis em 2012, cinco eram baianos. Além de Itabuna, aparecem Camaçari (9,82 homicídios por 1 mil habitantes), Vitória da Conquista (8,7), Salvador (8,2) e Feira de Santana (6,79).

Para o entrevistado, existe um fator crucial para o aumento da violência em Itabuna nos últimos anos, município com mais de 220 habitantes. “O presídio tem um sistema perverso, ineficaz e forma ladrões de galinha em criminosos perigosos”, exemplifica.

Confira a entrevista na íntegra no vídeo.

 

Por: Oziel Aragão é repórter de polícia e apresentador pela Rádio Difusora Sul da Bahia e estudante de jornalismo na Unime-Itabuna.

Polícia captura acusado de assalto à casa de César Borges

002A Polícia Militar recapturou na manhã desta quinta-feira (29) o jovem Jean Pinto Borges, 18 anos, conhecido como “Vida Louca”, que fugiu da delegacia após ser preso por assaltar a casa do ex-governador César Borges, no domingo (25), na Ilha de Itaparica.

O jovem conseguiu fugir na manhã de quarta-feira (28). Segundo informações da polícia, ele estava com algema em um corrimão na 19ª Delegacia Territorial quando conseguiu escapar.

*As informações são do repórter do Balanço Geral, Marcelo Castro.

Troca de tiros e gerente de banco vira refém em Iramaia

Fotos/ Itiruçu Online
Fotos/ Itiruçu Online

Bandidos assaltaram O Banco do Brasil na Cidade de Iramaia. De acordo com informações, 05 homens fortemente armados e com armas de grosso calibre, fazendo reféns e atirando de forma desordenada pelas ruas da cidade, após o assalto na agência.

Ainda segundo relatos da PM, o quartel da polícia foi metralhado antes da fuga. Apenas dois policiais estavam de Plantão.  Os homens estavam encapuzados e a bordo de duas Pick Up Strada. 04  pessoas foram levadas pelos bandidos feitas de   reféns.

iturucu

De acordo com moradores, em conversa com a redação do Blog Itiruçu Online, os bandidos estavam de tocaia. Assim que o carro forte terminou de abastecer a Agência eles anunciaram o assalto.

Homem é preso com habilitação falsa em Itabuna

habitacaoA Polícia Rodoviária Federal prendeu em flagrante José Santos da Silva portando uma carteira de habilitação falsa, nesta quarta-feira (28). O acusado foi parado durante uma blitz para o teste do bafômetro,  após o documento ser analisado, ficou  constatado a falsificação.

Em depoimento, José Silva diz que mora em São Paulo há 16 anos, mas é de Itabuna, e resolveu visitar a família. Sobre a carteira, o preso afirma ter ganhado de um amigo. Ele também foi autuado por dirigir embriagado.

 

Itabuna: Liderou de novo na violência

luiza2Itabuna foi considerado o município mais violento para adolescentes em 2012, conforme dados da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. O município de Itabuna liderou o ranking de homicídios na adolescência em 2012 entre as cidades brasileiras acima de 200 mil habitantes.

O município sul-baiano registrou, naquele ano, 17,11 assassinatos de jovens para cada 1 mil habitantes, segundo o estudo elaborado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o Observatório de Favelas e o Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (LAV-UERJ).

O estudo analisou os dados de criminalidade de 288 municípios. Dos 20 municípios brasileiros onde adolescentes estavam mais vulneráveis em 2012, cinco eram baianos. Além de Itabuna, aparecem Camaçari (9,82 homicídios por 1 mil habitantes), Vitória da Conquista (8,7), Salvador (8,2) e Feira de Santana (6,79).

Quando considerados os dados por estado, lideram o ranking de homicídio e vulnerabilidade, por ordem, Alagoas, Bahia e Ceará, que tem a sua capital, Fortaleza, como a capital mais violenta para jovens no país (9,92 homicídios por 1 mil habitantes).

‘De Ponto 40’

Iago era envolvido com as drogas, possivelmente o motivo da sua execução.
Iago era envolvido com as drogas, possivelmente o motivo da sua execução.

A famosa pistola restrita Ponto 40, está correndo solta em Itabuna. O que comprova essa fala são os números de tiros deflagrados nas últimas vítimas de assassinatos e tentativas na cidade. No dia 25 último, dois homens foram executados e com suspeita desse tipo de arma. São eles: Marcos Antônio Silva Sousa e Uelem Marques de Araújo, 26 anos. Ainda nesse contexto, mataram Iago Nascimento dos Santos, e balearam um rapaz Bruno Diniz dos Santos Reis com tiros da automática.

Então, os criminosos estão muito bem armados na região, armas de grossos calibres e matando em qualquer lugar. A tal “onda” dos crimes contra a vida não passa, bem que poderia ser uma “marolinha”, mas pelo contrário, são altas e prejudicam uma sociedade de 220 mil habitantes.

As vítimas todas, até aqui, 21 horas, desta terça-feira (27), um total de 14, tinham envolvimento com as drogas, direta ou indiretamente. Perfil antigo na criminalidade, entretanto, crescente.

Os jovens não querem mais estudar, trabalhar, preferem ostentar o que não tem, como, por rexemplo, roupas caras e correntes com preços exorbitantes.

Mesmo com esse perfil definido no mundo do crime, vítimas na maioria negras, semianalfabetas e moradoras da periferia, não são mais pertinentes dizer que, não existem oportunidades. Pois as escolas estão de portas abertas, a construção civil na cidade é crescente e faltam profissionais, faculdades abertas e uma Universidade Federal.

Fica no Ar uma incógnita qual seria a solução. Polícia? Mais Social? Mais Cultura? Mais Esporte?

Na verdade são contextos a serem discutidos, pois a polícia faz o seu papel prendendo quem é acusado, suspeito  ou culpado. Nessa mesma sequencia discursiva, ficou de fora a Justiça e o Ministério Público, se fala bastante em falta de uma união dos poderes, mas porque não?

Dentro das cobranças de providências da população itabunense, perde todos pela falta de tranquilidade e insegurança.

Oziel Aragão- repórter da Rádio Difusora Sul da Bahia- Estudante de Jornalismo-Unime Itabuna.