Sebrae alerta para envio da declaração anual e regularização do CNPJ

Os pontos de atendimento do Sebrae em Itabuna e Ilhéus  já estão atendendo microempreendedores individuais (MEI) para efetuar a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN). Aqueles que estão com o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) suspenso e precisam regularizá-lo até o próximo dia 23 também podem contar com o auxílio da instituição. Para ter … Leia Mais



Matrículas para alunos da rede estadual de ensino começam hoje

A matrícula escolar na rede estadual da Bahia começa hoje, 16, e segue até 29 de janeiro. A matrícula é para toda a educação básica e as modalidades profissional e tecnológica; jovens e adultos (EJA); inclusiva e indígena. O ano letivo de 2018 está previsto para ter início no dia 19 de fevereiro. Os responsáveis … Leia Mais


Inscrições para o ProUni começam dia 6 de fevereiro

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) do primeiro semestre de 2018 estarão abertas do dia 6 a 9 de fevereiro. A inscrição é feita exclusivamente pela internet, no site do ProUni. O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 14 de fevereiro e o da segunda no dia 2 de março. … Leia Mais


TCM-BA abre dez novas vagas de emprego; concurso será realizado em abril

O Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia (TCM-BA) divulgou no último sábado (13) o edital do concurso público do órgão que oferece dez vagas para os cargos de auditor estadual de controle externo e auditor de infraestrutura. Os selecionados receberão salário de $ 11.317,17. Os interessados nas oito vagas oferecidas para a função de … Leia Mais


No Enem, sexo feminino tem nota maior


Os resultados na prova de Redação do Enem 2016 são opostos do ponto de vista de gênero, se comparados aos da prova objetiva, que tem exames de Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Linguagens. A nota média das meninas foi 540, enquanto a dos meninos foi 520.

Além disso, elas representam 70% das mil maiores notas. Quem se sai melhor são as brancas – 42,9% dessa lista. Em seguida, vêm as negras, com 23,2%. Homens brancos e negros têm proporção semelhante, 14,6% e 13,4%, respectivamente. Os resultados seguem o mesmo padrão nos exames de Redação de 2015 e 2014.

Na área de Linguagens da prova objetiva, os meninos se saem levemente melhor do que as meninas, com 4,6 pontos a mais, em média. É a área com a menor diferença, mas considerada quase insignificante do ponto de vista estatístico.

No exame internacional Pisa, meninas se saem melhor na área de Leitura na maioria dos países. Mas, ao longo dos anos, os meninos têm aumentado suas notas e a distância entre eles é menor nos exames mais atuais.

Estudos brasileiros mostram que as mulheres abandonam menos a escola porque, entre outras razões, os homens são forçados a entrar mais cedo no mercado de trabalho. As estudantes do sexo feminino também já são maioria no ensino superior no País. Essa proporção muda em áreas como Engenharia e Construção, em que apenas cerca de 35% são mulheres. Na área de Educação, as alunas representam cerca de 70%. Com informações do Estadão Conteúdo.


Pataxós protestam em hospital após morte de indígenas


Índios pataxós em Porto Seguro fizeram uma manifestação na recepção do Hospital Regional Luís Eduardo Magalhães após  morte de três índios na mesma semana. A manifestação aconteceu na sexta-feira, 12.

Foto Radar 64

“Hoje o povo pataxó, mais uma vez, está de luto e não podemos mais nos calar diante de tanto descaso quanto aos indígenas atendidos no Hospital Luís Eduardo em Porto Seguro”, afirma um manifesto da comunidade, em publicação do Radar 64.

De acordo com o cacique Zeca Pataxó, Nerivaldo Batista da Silva, 47 anos, deu entrada no hospital com dores abdominais. Foi medicado e liberado. Dois dias depois, ele voltou a unidade com o quadro agravado e só então, segundo o Cacique, fizeram exames. O paciente morreu na quarta-feira, 10.

Ainda na quarta, a índia cadeirante Neuza Matos de Oliveira, 54 anos, também procurou o hospital. Ela não teria recebido atendimento imediato e morreu horas depois.  “Demoraram horas para atendê-la. Quando foram olhar, ela já estava morta”, acrescentou o cacique, que é primo de Neuza.

O terceiro caso envolveu a irmã cacique, Rosilda Cirirno peca, 46 anos. Ela estava internada há sete dias e morreu nesta sexta-feira, 12. O atestado do óbito aponta parada cadiorrespiratória, infarto e infecção respiratória.

Conforme publicação, hospital informou que não houve nenhuma irregularidade nos atendimentos, mas que uma sindicância será aberta para apurar a morte do indígenas.