Amanda Nunes vence no UFC 215 lutando com a regra debaixo do braço


Com a regra debaixo do braço, como dizem os narradores do esporte, Amanda Nunes manteve o cinturão vencendo Valentina Shevchenko. A luta aconteceu neste sábado (9), em Edmonton, no Canadá, o UFC 215.

Amanda não arriscou ir pra cima da adversária, como boa campeã, aguardou o momento certo de ataque, o que só aconteceu no final da luta, quando ela conseguiu jogar por duas vezes a adversaria no chão. Mesmo com a vitória, foi uma luta feia de assitir, o público vaiou o tempo todo, pedindo ação, mas as lutadoras preferiram lutar de forma mais técnica, o que não agrada quem pagou para ver pancadaria (no bom sentido da palavra dentro do esporte).

Já no co-main event, Rafael dos Anjos finalizou Neil Magny ainda no primeiro round e afirmou que vai buscar o cinturão dos meio-médios.

Mais quatro brasileiros estiveram em ação no card e entre eles, apenas Ketlen Vieira venceu. Já Wilson Reis, Luis Henrique KLB e Adriano Martins não obtiveram êxito.